Mexico, Guanajuato

Remessas financeiras como meio de estabilização macroeconômica e o desenvolvimento?

Este subprojeto analisa as possibilidades de regulamentação de remessas financeiras com a finalidade de estabilização e desenvolvimento macroeconômicos.  Como correspondente financeiro da migração da força de trabalho, as remessas – transferências de dinheiro feitas pelos  trabalhadores migrantes para as suas famílias no país de origem - representam um caso paradigmático de fluxo transnacional de recursos. As remessas são valorizadas, em várias regiões do mundo como a terceira coluna do desenvolvimento, já que seu volume na condição de ajuda de desenvolvimento internacional supera consideravelmente e se aproxima do volume dos investimentos internacionais diretos nos países em vias de desenvolvimento. Esse fenômeno apresenta uma tendência a crescer cada vez mais. Em vista deste desenvolvimento, há de se questionar quais habilidades governamentais os estados serão capazes de desenvolver para regulamentar as remessas a fim de que não sirvam apenas na luta contra a pobreza, mas que também ajudem a estabilizar a balança de pagamentos.

 

 

 

Instituição:

Instituto de Estudos Latino Americanos

Direção: