Springe direkt zu Inhalt

O projeto

Food for Justice: Power, Politics, and Food Inequalities in a Bioeconomy é um Grupo de Pesquisa baseado no Instituto de Estudos Latino-Americanos da Universidade Livre de Berlim. É financiado por um período de 5 anos (01.04.2019-30.03.2024) pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF).

O projeto investiga mobilizações sociais que se contrapõem às injustiças no sistema alimentar e inovações sociais e políticas que enfrentem as desigualdades que comprometem a segurança alimentar, tais como classe, gênero, raça, etnia, nacionalidade.

Contexto

Há uma crescente politização da produção, da distribuição e do consumo de alimentos, visto que as relações alimentares são estruturadas por desigualdades econômicas, sociais, políticas, culturais e ambientais. Cada vez mais, os cidadãos percebem o sistema alimentar global como parte das causas históricas da crise ecológica e da fome persistente no mundo. Embora as razões para isso sejam conhecidas há muito tempo (o uso dos alimentos para fins lucrativos, o hiato entre produção e consumo, os conflitos por terra e água, explorações nas relações de trabalho, a matriz energética e a geração de resíduos), as pesquisas sobre segurança alimentar e bioeconomia tendem a manter a mesma tendência de investigação, procurando soluções tecnológicas para um modelo orientado para o lucro, explorando a matéria viva. O que é necessário para aprofundar o debate é mais conhecimento sobre qual sistema alimentar os cidadãos desejam, quais modelos e práticas alternativas já existem que abordam as preocupações sociais e como redirecionar as políticas públicas para um sistema alimentar mais justo e sustentável.

Objetivos

  • Abordar a complexidade das relações que contribuiriam para a segurança alimentar numa bioeconomia, levando em conta as desigualdades sociais, as disputas políticas sobre o futuro agrário e as reivindicações de justiça relacionadas com o sistema alimentar.
  • Gerar conhecimento sobre qual sistema alimentar os cidadãos desejam, quais as soluções que já existem para responder às preocupações sociais e como redirecionar as políticas públicas para um sistema alimentar justo e sustentável.
  • Mapear práticas inovadoras que lidem com as desigualdades que minam a segurança alimentar.
  • Contribuir para as políticas públicas, informar sobre novas mentalidades e práticas e identificar necessidades tecnológicas e sociais para garantir a segurança alimentar com justiça ambiental e social.

Questões centrais da pesquisa

Questões centrais da pesquisa

Questões centrais da pesquisa

  1. Quais são as principais reivindicações de justiça contra as desigualdades no sistema alimentar que mobilizam cidadãos e consumidores em diferentes regiões do mundo?
  2. Quais inovações sociais surgiram a partir dessas preocupações?
  3. Como as inovações sociais de sucesso podem influenciar as políticas públicas?

Estrutura conceitual

Estrutura conceitual

Estrutura conceitual

Combinando perspectivas teóricas sobre desigualdades globais, movimentos sociais e justiça alimentar, Food for Justice analisará desafios e soluções tanto na Europa (com foco na Alemanha) como na América Latina (com foco no Brasil). Por um lado, os principais desafios normativos serão identificados em estudos de caso de mobilização social e consumo crítico sobre alimentos. Por outro lado, a pesquisa mapeará e analisará inovações sociais e políticas como a agroecologia e as redes de alimentação alternativa, tal como concebidas por grupos da sociedade civil e políticas públicas, para alcançar a segurança alimentar.

Em resumo, Food for Justice investiga mobilizações sociais dirigidas às injustiças no sistema alimentar e as inovações sociais e políticas que enfrentam as desigualdades que comprometem a segurança alimentar, tais como classe, gênero, raça, etnia, nacionalidade.

Schlagwörter

  • Approach
  • Context
  • Goals
  • Overview