Springe direkt zu Inhalt

Danielle Heberle Viegas

Danielle Heberle Viegas

Danielle Heberle Viegas

É Mestre e Doutoranda em História das Sociedades Ibero-Americanas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul/Brasil. Atualmente, é Pesquisadora do Grupo “O Processo de Urbanização Brasileiro nos Séculos XIX e XX: Políticas urbanas, dinâmicas culturais, disputas sociais e suas formas de representação”. Seus principais temas de interesse e atuação relacionam-se à História Contemporânea do Brasil, História do Planejamento Regional e Integrado, Desenvolvimentismo, História do Urbanismo.

Tese de doutorado: “O desenvolvimentismo vai às ruas - aspectos do Planejamento Urbano Integrado no Brasil: o caso da Região Metropolitana de Porto Alegre/RS (1963-1978)”

O objetivo principal do estudo é analisar a institucionalização da Região Metropolitana de Porto Alegre/RS no contexto da Ditadura Civil-Militar no Brasil (1964-1985). O tema se reporta à configuração urbana diferenciada delineada no país à época, em uma conjuntura marcada pelas práticas de planejamento, no campo do Urbanismo, e por ações desenvolvimentistas, no âmbito político e econômico. Em linhas gerais, o contexto é marcado pelo desempenho conjunto dos setores técnico-universitários e político-institucionais em prol da organização do território nacional. A atuação do Estado autoritário foi tangenciada pela criação de um amplo aparato legislativo e institucional que endossou a concepção da questão urbana como um problema público; pelo emprego de tecnologias na classificação dos territórios e regiões nacionais; e, enfim, a eminência de um projeto nacional em prol da industrialização.

A partir de uma perspectiva transnacional considera-se, especialmente, uma investigação aprofundada do “Acordo de Cooperação Técnica”, travado entre o governo brasileiro e a República Federal da Alemanha, a partir de 1963. Entre outras medidas decorrentes desse convênio, tem-se em conta um contrato firmado em 1971, através do qual o governo do país europeu se comprometeu em enviar ao Brasil um grupo de peritos para auxiliarem no planejamento urbano da então incipiente Região Metropolitana de Porto Alegre, reafirmado em 1976. O planejamento da Região Metropolitana de Porto Alegre/RS apresenta-se, então, como um caso notável dentro do contexto em pauta. Através de seu estudo pode-se acompanhar a empirização de alguns dos principais princípios emanados pelas políticas públicas de planejamento urbano do período, sem perder de vista as especificidades locais.

Os principais locais de pesquisa para o desenvolvimento da Tese, no Brasil, são: Biblioteca Nacional/BN, Arquivo Histórico Nacional (sedes Rio de Janeiro e Brasília), Ministério das Relações Exteriores/Itamaraty, GTZ (Agência Alemã de Cooperação Internacional), Fundação Getúlio Vargas/FGV, Biblioteca IPEA, Biblioteca IBAM e Biblioteca do Clube de Engenharia. Já na Alemanha, pode-se citar: Lateinamerika-Institut, Ibero-Amerikanisches Institut, Bundesarchiv, GTZ (atualmente GIZ), Politisches Arquiv des Auswärtiges Amt, entre outros.

Contato: danielle.viegas@hotmail.com

Temporalities
Zwischen Räumen
logo_sfb700
GIH
Einstein Foundation
CDOH Logo
Logo_MemoriAL